terça-feira, 2 de agosto de 2011

Agosto: Mês das vocações

A escolha vocacional é algo de grande importância na vida de cada um de nós, pois dela depende, em grande parte, a nossa felicidade. Mas, o que se entende por vocação? VOCAÇÃO, em sentido geral, é a aptidão ou inclinação de uma pessoa para determinado ofício ou profissão.  Em sentido mais específico, na Igreja, é o chamado, o apelo que Deus faz a cada pessoa para cumprir uma função ou serviço ou missão no mundo. A palavra vem do latim “VOCATIO” que significa chamado, chamamento. Muitas pessoas acreditam que somente os padres, religiosos e religiosas possuem vocação, mas isso não é verdade. Todo ser humano é chamado por Deus. 


Em primeiro lugar, somos chamados à existência, à vida como seres humanos, a sermos pessoa, a viver de forma significativa neste mundo: é a vocação humana. Deus nos amou e nos quis participantes de seu projeto de criação como coordenadores responsáveis por tudo o que existe. Fomos todos criados à imagem e semelhança de Deus.

 Pelo batismo, somos chamados á santidade, a sermos filhos de Deus. Quem recebeu o Batismo foi chamado, 
vocacionado por Deus a fazer parte de seu  povo eleito, de sua Igreja. Somos assim, eleitos e chamados pessoalmente por Cristo para ser, como cristãos, testemunhas e seguidores do Mestre Jesus: é a vocação Cristã.

Há ainda um chamado feito particularmente a cada pessoa. A este chamado denominamos Vocação Específica. A Vocação Específica é como vou responder a este chamado universal (a Vida e a Santidade). Podemos responder à Vocação humana e Cristã de diversas formas: como Leigos (solteiros ou casados); como Ministros Ordenados (diáconos, padres, bispos); como religiosos consagrados (irmão/ irmã)
  
            Como Deus nos chama? Ele chama interiormente, pessoalmente. Chama através dos acontecimentos de nossa história e do mundo que clama por libertação. Deus chama nos irmãos e irmãs sofredores, excluídos e não amados. Ele chama através do testemunho de vida de muitos que se doam à causa do Reino de Deus: Leigos, Pais de Família, Religiosos, Padres, Diáconos, Bispos. Para sabermos qual a nossa vocação específica, precisamos conhecer a nós mesmos. É refletindo sobre nossos gostos, valores e aptidões que descobriremos qual a nossa vocação. Somente quem se conhece pode responder com autenticidade ao chamado que Deus lhe 
faz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário